menu

09 de janeiro de 2018 às 18:45

Igreja é incendiada por islâmicos, mas Bíblia do altar permanece intacta

Fiéis viram nisso um 'sinal' para que fiquem firmes na fé

Na madrugada do último dia 3, na cidade de Kajisay, no Quirguistão, militante islâmicos atacaram uma igreja batista. Eles jogaram bombas incendiárias, que causaram grande destruição no interior do templo. O altar principal pegou fogo, mas a Bíblia que ficava sobre ele milagrosamente não queimou.

A polícia confirmou que foram encontrados vestígios de coquetéis molotov no loca e trata o caso como “incêndio criminoso”. Não havia ninguém no local na hora do ataque. Para os fiéis, a imagem da Bíblia intacta serve de encorajamento para ficaram firmes na fé.

“Este é um sinal incrível”, disse o missionário Paul, um parceiro da missão Release International no Quirguistão. “Algo assim já tinha acontecido por aqui, muito tempo atrás, quando comunistas atearam fogo a uma Igreja Pentecostal durante a noite. A Bíblia e o templo também sobreviveram. Não há dúvida de que a igreja no Quirguistão irá sobreviver e continuar a pregar o evangelho”, reitera.

A Igreja Evangélica atacada vinha fazendo “eventos de divulgação”, o que pode ter provocado a represália.

Fotos do ataque foram distribuídas para outras igrejas na área e exibidas em seus cultos. Muitos cristãos estão se dispondo a ajudar na reforma da igreja. Seus líderes dizem que o trabalho não será interrompido.

O governo proíbe qualquer tipo de trabalho missionário.  “A perseguição ocorre em todo o país”, diz Paul. Ele acredita que a situação dos cristãos no Quirguistão “está pior a cada ano”.

Ex-integrante da antiga União Soviética, o Quirguistão ficou anos propagando o ateísmo de estado, mas desde sua independência, em 1990, viu um forte ressurgimento do Islã. Na região central da Ásia, é o país que tem menos casos de perseguição registrado, mas os cristãos são apenas 5% da população. Com informações de Release

Fonte: GospelPrime

comentários

Estúdio Ao Vivo