menu

26 de fevereiro de 2018 às 19:25

Pastora assume megaigreja e diz que Deus também chamou as mulheres

Filha de pastores, ela tem 20 anos de ministério

Irishea Hilliard é a primeira pastora a liderar uma megaigreja nos EUA. Por ser negra, acredita que está “fazendo história” após quase 20 anos ensinando e pregando na igreja fundada por seus pais.

Desde o início do ano ela é a líder da Igreja New Light Christian Center, em Houston, Texas. “Foi uma jornada incrível. Eu tenho me preparado para isso há anos, mas finalmente estou aqui! É emocionante”, disse ela à rede ABC.

Antes de assumir o posto de “pastora sênior” da maior igreja pentecostal de sua cidade, Irishea fez parte da equipe pastoral por duas décadas. Acumulou experiências tanto cuidando dos eventos, quanto como pastora de jovens. Formada em teologia ela diz estar pronta para o desafio.

Ela conta que seu pai, o bispo I.V. Hilliard, sempre quis ter um filho homem, que o sucedesse. Porém, só mudou de ideia após ter recebido uma “palavra vinda de Deus” que a filha era sua “semente prometida”. Por isso, resolveu abrir mão da liderança da igreja que começou em sua casa, reunindo 23 pessoas, em 1984.

A New Light Christian Center possui um templo para cerca de 5 mil pessoas e possui as chamadas “igrejas satélites” em outras partes do Texas, que assistem os cultos projetado em telões. Irishea lembra que acompanha a igreja desde que ela começou, e sabe da responsabilidade de liderar seus 28 mil membros. Disse ainda que tem recebido todo o apoio de seu pai e dos demais líderes da igreja.

A pastora Irishea diz que tem muitos objetivos, incluindo “mostrar ao mundo” que o ministério não é algo destinado somente aos homens. Defende ainda que Deus também chamou as mulheres para o pastorado. Ciente das críticas, ela diz que procura não “prestar atenção em demasia” e fazer o melhor possível.

Seu desejo é “as mulheres assumam posição. Creio que temos que fazer isso com integridade e firmeza de caráter, sabendo que estamos sendo observadas o tempo todo”.

Fonte: GospelPrime

comentários

Estúdio Ao Vivo